4 de setembro de 2006

Meu pedido

Descrição da imagem: fundo da foto em verde.  Flor em tom de rosa bem intenso, 
com muitas folhas miúdas. Ao centro, o núcleo da flor é branco.


Meu pedido


Apressa-te!
Joga-te em minha direção
sem medo,
que te amorteço a queda
que tanto temes.

Venha!
Siga-me sem perguntar
para onde, o porquê
e nem por quanto tempo.
E eu saberei a hora certa
de parar para esperar
que retomes o fôlego
do cansaço de tua própria vida.

Grite!
E creia ser feliz a meu lado.
Fale bem alto,
ainda que em voz trêmula.
E por mais que tenhas receio
demonstre confiança.
Só assim a vida conspira e nos favorece.

Confie! Confie mesmo!
Ainda que o teu passado
peça reserva e denuncie o risco.
É que não há outro jeito,
a não ser dizer sim e nos permitir
reeditar com estilo
o que vivemos
sem que tivéssemos controle.

Permaneça do meu lado...
E por cima, e por baixo,
e por trás, e como melhor te pareça.
O amor pede engenho e fineza
Permita-se. Permita a nós.

E se não puderes ser o que te peço,
fique... apenas fique...
Quieto, silencioso, vagaroso,
mas fique comigo.
E fique inteiro.

2 Comentários:

Paulinho disse...

Gostei muito deste poema. Gostei também dos outros, mas optei por este por estar mais atualizado e também por achar voc~e, muito romantica. Poste mais novidades.

Estrela disse...

Você conhece minha alma, rs!
Beijo no coração.

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails
Loading...

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO